Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Atletas palestrantes: 10 esportistas para motivar sua empresa

Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on facebook
Share on whatsapp
homem nadando com braços abertos

Uma seleção da PSA com os maiores atletas palestrantes do Brasil. 

O esporte é um dos meios mais importantes de entretenimento, educação e inspiração — sobretudo no Brasil. Por isso, cada vez mais recebemos solicitações de empresas de diferentes nichos a procura de atletas palestrantes. 

Normalmente, esses perfis são campeões em levar temas como motivação, superação, inspiração e disciplina para dentro das organizações. 

Dessa forma, fizemos uma seleção com os 10 maiores atletas palestrantes do Brasil para inspirar seus colaboradores. Conheça os maiores nomes agora.

10 atletas palestrantes que você precisa conhecer

Bernardinho

atletas palestrantes bernardinho do volei

O primeiro nome da nossa lista de atletas palestrantes não poderia ser outro.

Bernardo Rocha de Rezende, conhecido nacionalmente como Bernardinho, é o maior campeão da história do voleibol brasileiro.

Em duas décadas à frente das seleções brasileiras, o atleta acumula mais de 30 títulos importantes. Sua carreira de atleta aconteceu inteira no Rio de Janeiro, de 1979 a 1986.

Iniciou sua carreira de treinador em 1988, como assistente-técnico de Bebeto de Freitas, nas Olimpíadas de Seul.

No início da década de 90, Bernardinho assumiu o comando da equipe feminina do Perugia, na Itália. Em 1994, passou a assumir o comando da seleção feminina brasileira durante 6 anos e, em seguida, tornou-se técnico da seleção masculina de vôlei — onde ficou até 2017. 


Dessa forma, toda sua trajetória, somada às suas grandes características de oratória e carisma, o transformou em um dos atletas palestrantes mais requisitados do Brasil.

Enfim, hoje em dia, o campeão olímpico não fala apenas sobre sua experiência no esporte (que é gigantesca, aliás): Bernardinho é um case sobre motivação, liderança e trabalho em equipe.

Tande

atletas palestrantes tande com roupa social

Tande é outro grande nome do do voleibol brasileiro e mais um dos atletas palestrantes de sucesso: campeão mundial de vôlei na quadra e na areia, apresentador de TV e comentarista da TV Globo. 

O atleta, que se destacou na Seleção Brasileira e em times fora do país, conquistou sua primeira medalha de ouro em esportes coletivos do Brasil e foi um dos um principais responsáveis pela conquista da medalha de ouro do Brasil nos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992.

Com mais de 20 anos de carreira, Tande acumula dezesseis títulos e três olimpíadas. Além disso, também é autor do livro “A Vida é Um Jogo”, no qual relembra sua trajetória no esporte e provoca questionamentos ao leitor — sobretudo em sua vida profissional.  

Sendo assim, suas palestras são um compilado de seus aprendizados tanto nas quadras quanto fora delas.

Enfim, ex-atleta é a personalidade ideal para falar com os seus colaboradores sobre liderança, ética, autoconhecimento e trabalho em equipe

Daiane dos Santos

daiane dos santos durante uma entrevista com microfone na mão

Certamente você sabe quem é essa ex-ginasta: Daiane dos Santos foi a primeira ginasta do Brasil, entre homens e mulheres, a conquistar uma medalha de ouro em um campeonato mundial

Mesmo iniciando na ginástica artística aos 11 anos, idade considerada tardia, Daiane ganhou destaque na modalidade de forma rápida.

Hoje em dia, a campeã mundial é referência no esporte. Com uma bagagem de três jogos olímpicos, a gaúcha é a primeira brasileira a conquistar um movimento acrobático com o seu nome: o duplo twist carpado — conhecido como “Dos Santos”. 

Dessa forma, sua carreira como ginasta encerrou em 2012, aos 29 anos, após conquistar o melhor desempenho da equipe brasileira nas Olimpíadas de Londres. Com uma lesão grave no joelho, Daiane abandonou a ginástica artística como atleta desde então. A partir de então, dedica-se à carreira de empresária no ramo do esporte. 

Por fim, em suas palestras, a campeã promove temáticas como motivação, superação e resultados.

Anderson Silva

anderson silva no tatame fundo preto

No tatame, suas especialidades variam: é faixa preta em Taekwondo, Jiu-Jitsu e Muay Thai. Sua carreira profissional no MMA teve início aos 22 anos, no UFC Fight Night 5, em 2006: logo no primeiro round, Anderson venceu seu adversário em uma luta de poucos minutos. Desde então, o Spider passou a construir seu nome de forma intensa no esporte.

Sim, Anderson tem história.

Aliás, a trajetória do atleta é gigantesca: conquistou 17 vitórias consecutivas, sendo 10 defesas de título. Sua sequência de vitórias e cinturões foi interrompida em 2013, em uma luta histórica contra o americano Chris Weidman. 

Hoje em dia, Anderson é considerado o melhor lutador da história por Dana White, presidente do UFC.

Se você procura por um nome para falar sobre esporte, motivação e superação, certamente esse é um dos atletas palestrantes que vai superar suas expectativas e dos seus colaboradores.

César Cielo

foto do cesar cielo com uma medalha na mão

O maior nadador brasileiro de todos os tempos.

César Cielo possui características comuns aos campeões: competitivo, concentrado e não gosta de perder

Sendo assim, em sua grandiosa carreira de atleta, Cielo acumula três medalhas olímpicas e 11 medalhas em campeonatos mundiais — dessas, 8 são de ouro. Além disso, o campeão também é recordista mundial dos 50m e 100m livres. 

Enfim, como palestrante, já é uma referência em sucesso, motivação, disciplina e superação

Marta Silva

marta silva com fundo preto e roupas pretas e uma bola de futebol na mão

Provavelmente você conhece a Marta: jogadora de sucesso e uma das atletas palestrantes mais cotadas do Brasil.

A maior artilheira da história das Copas do Mundo fez (e continua fazendo) muita história no mundo do futebol: com uma marca de 117 gols vestindo a camisa da seleção, superou Pelé, o maior artilheiro da seleção masculina brasileira.

A atleta foi considerada, pela FIFA, a melhor jogadora do mundo 6 vezes. E, em 2009, a Revista Época a colocou na lista dos 100 brasileiros mais influentes daquele ano. 

Além disso, sua origem é humilde: cresceu sem o pai, e foi criada pela mãe e a avó — as grandes inspirações em sua vida. Marta é apaixonada pelo futebol desde a infância e, inclusive, sofria bullying dos próprios irmãos por jogar melhor que eles.

Hoje em dia, é uma grande entusiasta pela igualdade salarial entre gêneros no esporte.

Por fim, como palestrante, a futebolista busca provocar em seu público a vontade de sair da inércia e superar seus limites

Flávio Canto

palestrante judoca flavio canto posando em um pátio

Natural de Oxford, Inglaterra, o ex-judoca foi criado no Brasil. Foi aqui que Flávio começou a treinar e se aperfeiçoar no Judô, aos 14 anos de idade — inspirado pela conquista do ouro olímpico de Aurélio Miguel nas Olimpíadas de Seul, em 1988. 

Aos 19 anos, Flávio já chegou na seleção brasileira conquistando uma medalha de bronze: foi no Pan de Mar del Plata, na Argentina. Sua carreira de judoca foi de altos e baixos, e sempre houve uma característica em comum presente ao longo dos em quase 20 anos de esporte: a persistência

Hoje em dia, o ex-atleta treina crianças em direção ao sucesso e já passou pela TV como apresentador esportivo. 

Além disso, seu objetivo como palestrante é claro: inspirar diferentes profissionais a alcançar sua melhor performance. Por isso, Flávio é uma grande referência em motivação, desafios e superação e não poderia ficar de fora da nossa seleção com grandes atletas palestrantes.

Laís Souza

palestrante lais souza em frente a uma piscina

Esportista, mulher, campeã e um dos grandes nomes de atletas palestrantes: a ex-ginasta Laís Souza é, com certeza, um case de superação e esperança gigantesco.

Laís começou na ginástica super cedo, aos quatro anos de idade, e teve uma carreira brilhante como ginasta até a preparação dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, época em que sofreu um acidente que a deixou tetraplégica

Sua primeira participação olímpica foi em Atenas, em 2004. Na ocasião, Laís conquistou a melhor posição do Brasil na classificação por equipes: 9º lugar geral.

Em 2005, a ginasta conquistou uma medalha de prata durante a Copa do Mundo.

Além de ginasta, Laís também foi esquiadora. E foi durante um treino de esqui, em janeiro de 2014, que a esportista sofreu o acidente que a deixou tetraplégica e encerrou sua carreira de forma precoce.

Enfim, hoje em dia, a ex-ginasta segue fazendo tratamento para recuperar parte dos seus movimentos. Além disso, percorre o país levando sua história de determinação e motivação para diferentes públicos.

Mayra Aguiar

judoca mayra aguiar no fim de uma luta

Mais uma das atletas palestrantes que fazem sucesso!

Natural de Porto Alegre, Mayra Aguiar é uma judoca brasileira que conquistou medalha de bronze em três olimpíadas consecutivas: 2012, 2016 e 2020.

Mayra começou a praticar judô na infância, aos seis anos de idade. Além disso, também fazia aulas de balé e, na mesma época, passou pela natação, ginástica e até pelo atletismo. No entanto, depois de disputar seu primeiro campeonato no judô, viu que seu esporte era esse.

Aos 14 anos, em 2005, Mayra começou a integrar a Seleção Brasileira Junior de judô. Sendo assim, um ano depois, levou para casa sua primeira medalha em Campeonatos Mundiais Junior. Nesse momento, a carreira mundial da atleta já estava estabelecida: em 2008 conquistou uma medalha de prata em Bangkok e, em 2009, um bronze em Paris. Um ano depois, aos 19 anos, conquistou o título de campeã mundial junior e uma medalha de prata em Tóquio, em mais um campeonato mundial.

Enfim, sua trajetória nunca parou de surpreender. Mayra conquista títulos e medalhas mundialmente desde muito jovem. Dessa forma, é uma excelente palestrante para inspirar e motivar pessoas.

Alison dos Santos

palestrante alison dos santos com uma medalha na mão

Esse é mais um dos grandes atletas palestrantes que indicamos com orgulho.

Especialista na modalidade 400m com barreiras, Alison dos Santos é considerado uma grande revelação do atletismo brasil. É medalhista olímpico, campeão pan-americano e um dos melhores atletas do mundo na sua modalidade.

Aos 21 anos, Alison já quebrou o recorde sul-americano dos 400 metros com barreiras 6 vezes. Aliás, mesmo com a pouca idade, Alisson dos Santos carrega muita história.

O atleta tem uma cicatriz na cabeça, o que já demonstra que existe uma história de superação por trás. Aos 10 meses de idade, um acidente doméstico marcou toda sua vida: uma panela de óleo quente caiu em cima do corredor — o que causou graves queimaduras nos ombros, na cabeça e nos braços. São marcas que ficaram para sempre marcadas em seu corpo.

Por isso, Alison sempre foi uma pessoa tímida — outra superação de sua trajetória. Conforme sua carreira no esporte cresceu, sua timidez diminuiu. Atualmente, o atleta faz parte do Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo. Além disso, mesmo super jovem, já possui uma bagagem incrível:

  • Representou o Brasil com uma medalha de Bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021;
  • Uma medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de Lima em 2019;
  • Conquistou o prata no Mundial de Revezamento em 2021;
  • É campeão sul-americano;
  • Recordista mundial.

Enfim, Alison dos Santos é um dos atletas palestrantes que está no auge da sua carreira e faz sucesso tanto nas pistas quanto nos palcos.

Clodoaldo Silva

clodoaldo silva em sua cadeira de rodas com piscina olimpica ao fundo

Por fim, um dos atletas palestrantes que mais podem falar sobre superação.

O Tubarão das Piscinas, Clodoaldo Silva é um dos maiores nomes da natação paralímpica do Brasil

Com uma bagagem de 6 medalhas de ouro, 6 medalhas de prata e 2 bronzes, o atleta tem uma longa trajetória marcada pela superação de limites. Clodoaldo nasceu com paralisia cerebral, distúrbio que afeta diretamente seus membros inferiores.

Clodoaldo começou a nadar por recomendação dos seus fisioterapeutas, aos 16 anos de idade. Sua progressão no esporte foi rápida e, com apenas dois anos de prática, participou do seu primeiro campeonato brasileiro — e conquistou três medalhas de ouro. Nada mal, né?

Sua primeira paralimpíada foi em 2000, em Sydney, e foi quando levou quatro medalhas para casa: três de prata e uma de bronze. 

Após diversas competições importantes — e muitos títulos alcançados — teve a honra de acender a pira na cerimônia de abertura dos jogos paralímpicos Rio 2016. 

Essa foi a última competição de sua carreira e, mesmo prestes a se aposentar, o Tubarão conquistou uma medalha de prata. Como palestrante, Clodoaldo sempre emociona seu público — e tira inúmeras risadas de quem o assiste.

Enfim, como palestrante, Clodoaldo sempre emociona seu público — e tira inúmeras risadas de quem o assiste.

Em seu roteiro, o atleta sempre conta sua história de constante superação com muito orgulho e brilho nos olhos. 

imagem para artigo atletas palestrantes jogadores de baisebal

Fale com um curador da PSA e saiba mais sobre atletas palestrantes:

Se você quiser encantar seus colaboradores com a história de um desses atletas, converse conosco! Nossos curadores podem ajudar você a encontrar o palestrante ideal para a sua ação.

Por fim, para ficar por dentro dos melhores assuntos sobre palestras, campanhas publicitárias e educação corporativa, siga a gente nas redes sociais! Nós estamos no Instagram, no Linkedin e no Facebook.

Confira também

Você também pode gostar

Hot daily news right into your inbox.